Diz-nos a experiência que quando se toma a decisão de subscrever um seguro multirriscos, surgem inúmeras dúvidas. Respondemos às perguntas mais frequentes que nos são colocadas:

seguro multirriscos

  1. O seguro multirriscos habitação é obrigatório?
    A única proteção obrigatória por lei é o seguro contra incêndios, que garanta os danos no imóvel em caso de incêndio. Por outro lado, é obrigatório para os edifícios em regime de propriedade horizontal. Porém, se recorre ao banco ou outra instituição credora para aquisição do seu lar, o seguro de multirriscos habitação é uma condição exigida pelo credor.
  2. Qual a diferença entre o edifício e o recheio?
    O Edifício inclui toda a estrutura da fração autónoma, os seus anexos e garagens se fechadas (box), assim como as partes comuns do edifício (telhado, escadas, elevadores, garagem, etc.) de acordo com a sua permilagem. O recheio ou conteúdo diz respeito a todos os bens que coloca no interior do seu lar, desde o dia da sua compra, como mobiliário, eletrodomésticos, utensílios e outros equipamentos de cozinha, cortinados e tapetes, roupas de camas e atoalhados, bens valiosos como joias, quadros, abafos de pele, máquinas de filmar e fotografar, equipamentos de som entre outros.
  3. É possível poupar no seguro multirriscos?
    Sim. Por exemplo, compare propostas de várias seguradoras e analise frequentemente o custo que tem com o seguro multirriscos. Verifique ainda se está a pagar pela proteção que realmente precisa ou se tem planos complementares que não necessita.  Na EXS Seguros, enquanto representantes de 24 seguradoras, temos um conhecimento profundo das melhores ofertas de seguro multirriscos habitação e apresentamos uma solução em que, seguramente, irá poupar dezenas de euros por ano. E este produto aplica-se tanto a quem se prepara para pedir um crédito à habitação, como a quem já tem contrato.
  4. Que tipo de proteção preciso para o edifício do meu lar?
    Precisa de garantir o custo de reconstrução do seu lar. Neste caso, o valor de mercado do imóvel ou o valor para efeitos fiscais não tem influência no capital do seguro multirriscos. Sempre que fizer obras ou alterações ao edifício deverá aumentar o capital seguro, para que este continue a assegurar o imóvel a 100%. Na EXS podemos ajudá-lo a calcular o valor da construção.
  5. O que distingue um item de alto risco dos restantes?
    São denominados de alto risco todos os artigos que a seguradora considerar que têm um valor elevado e, por isso, representam maior risco de roubo. Normalmente, é quando o valor total dos bens valiosos ultrapassar 30% do valor total do conteúdo.
  6. Em que consiste a cobertura para danos acidentais?
    A maioria dos planos de proteção base não engloba danos causados aos próprios bens por atos acidentais, por exemplo queda acidental dos armários da cozinha. Consulte-nos para conhecer as opções que contemplam estas situações.
  7. Quanto custa cancelar o meu atual seguro multirriscos?
    Cancelar o seguro atual não custos para o cliente. Consulte-nos para analisar o seu caso. Na EXS apresentamos-lhe uma proposta personalizada, com as franquias e capitais adequados às garantias que escolheu.
  8. O seguro de multirriscos Habitação as infiltrações?
    Não. Por exemplo, se tiver uma fenda ou má manutenção na fachada do edifício, na zona sua fração, e em tempo de chuva lhe entrar água, isso não é garantido pelos seguros. É preciso haver manutenção adequada e regular pelo proprietário.

 

Próximo artigo: Guia para o seu seguro multirriscos

Como é calculado o seguro multirriscos?
O que deve considerar quando subscrever o seguro multirriscos?
Quais são as coberturas do seguro multirriscos?

Subscreva a nossa newsletter e conheça as nossas melhores soluções


captcha  

+ info
Partilhe